Desafios Fashion Hub – Ciclo 2

 

Desafio Grupo SOMA


Como reciclar as sobras têxteis de corte do Grupo Soma em larga escala indo além da desfibragem?
Atualmente, o resíduo têxtil é um dos principais resíduos do Grupo SOMA, que possui operação de corte internalizada para as marcas FARM, Fábula e Maria Filó. Estima-se a geração de +60 toneladas de resíduos de corte por mês. Este resíduo é composto por sobras têxteis (viscose, algodão, poliéster, dentre outras), papel e plástico - todos provenientes diretamente das mesas de corte. Até o presente momento, não identificamos uma solução pronta no mercado que possa ser utilizada para reciclar nossas sobras têxteis. Nesse sentido, gostaríamos de encontrar uma solução que vá além da desfibragem pura e simples (o downcycling), agregando mais valor ao resíduo. A solução pode passar pela criação de novos materiais que possam ser reutilizados por nós ou por outras indústrias, mas não precisa se limitar somente à geração de novas matérias-primas. Estamos abertos para conhecer novos tipos de solução e até a ampliar o R da reciclagem para recuperação, ressignificação, reutilização, reaproveitamento... O importante é a aplicação prática dos conceitos da economia circular. Nosso objetivo maior é transformar a destinação de resíduo têxtil do Grupo SOMA em "ATERRO ZERO", gerando destinos ambientalmente, socialmente e economicamente positivos. O tratamento adequado desta sobra é peça-chave da concretização desta estratégia.

 

Desafio Incofios


Como produzir peças de manutenção de maneira inteligente e com menor custo?
Fundada em 2001, a Incofios é uma empresa de espírito jovem e com visão estratégica sobre seu segmento. Inovação, tecnologia e respeito aos clientes e colaboradores são a base para o crescimento da marca no mercado. Com 37 mil metros quadrados de área construída, conta com uma produção de 1900 toneladas de fios ao mês, distribuídas em 29.760 fusos de fio penteado/compactado e 8.336 rotores de Open End. Para realizar a devida manutenção dos equipamentos de produção, a empresa possui como desafio a inexistência de recursos nacionais e, com isso, precisa arcar com altos custos na importação de peças de manutenção e, ainda, fica sujeita a atrasos devido à pandemia e outras flutuações do mercado. Portanto, o objetivo da Incofios é buscar meios de produzir estas peças de forma ágil e com menor custo, com foco em manter - ou até mesmo melhorar - a qualidade das peças atualmente importadas. É possível observar que uma nova tecnologia que vem se destacando no mercado é a impressão de peças através de impressoras 3D. Com isso, uma alternativa seria imprimir, construir e adaptar as peças (dentre máquinas de fiar, cardas, e outros maquinários da indústria da fiação). Contudo, é importante não se limitar somente a essa tecnologia, de modo a pensar em novas possibilidades. Como indicador de sucesso da solução, espera-se reduzir os custos das peças de manutenção em, no mínimo, 15%.

 

Desafio Rovitex


Como obter assertividade no mix de produtos?
A Rovitex é uma empresa do ramo têxtil brasileira, com mais de 35 anos de história, e com uma produção de 20 milhões de peças por ano. Frente ao volume de produção, e grande variedade de consumidores, o principal desafio que enfrentamos hoje diz respeito à assertividade na composição do mix de produtos. Atualmente, o mix de produtos elaborado pela Rovitex é definido pela equipe de desenvolvimento, a qual elabora estilos e produtos de acordo com as tendências do mundo da moda. Este processo inicia-se 9 meses antes do lançamento das coleções, tempo considerado alto para um mercado dinâmico como o da moda. Além disso, esta definição da coleção, feito por meio de análises estatísticas, histórico de produção, análise de concorrência, dentre outros, é um processo de alto investimento e risco. Uma vez que a coleção é lançada, comumente observa-se incompatibilidades com as expectativas de nossos clientes, que são moldados com as referências atuais de moda, por vezes desalinhadas com as previsões feitas pela Rovitex. Este desalinhamento gera perda de vendas, geração de estoques finais e intermediários e faz com que a empresa perca seu potencial competitivo no mercado. O objetivo da Rovitex é otimizar nossos esforços na busca de um mix de produtos cada vez mais próximo ao que consumidor final deseja, de acordo com o perfil de público alvo/marca, com produtos bem aceitos pelos clientes, aumentando o índice assertividade do mix.

 

Desafio The LYCRA Company


Como podemos reduzir o consumo de água nas operações da The LYCRA Company?
A The LYCRA Company é uma empresa que possui mais de 2,5 mil funcionários, e que, por conta de seu tamanho, convive com um alto consumo de água em suas operações. Nesse sentido, a empresa busca soluções que possam ajudá-la a reduzir o consumo atual de água que possui. Com o intuito de facilitar a compreensão e entendimento sobre as formas atuais de trabalho que possui, estão descritas abaixo informações relevantes sobre a empresa e a gestão da água. A água consumida no Site é proveniente de poços de captação de água subterrânea e da SABESP, sendo que a maior parcela desta água é perdida no processo de evaporação das torres de resfriamento e o remanescente é descartado no rio, após devido tratamento, e/ou por perdas diversas no processo. De acordo com balanço de água do Site, uma alternativa significativa para reduzir o consumo de água, além de trazer benefícios à Estação de Tratamento de Efluentes através de redução de volume de água direcionado para tratamento, seria a redução ou eliminação de água utilizada no processo de limpeza de componentes críticos, realizado em uma máquina de limpeza. Pode-se partir do princípio de reduzir o consumo de água, por exemplo, utilizando a água em formato de ciclo fechado ou até mesmo substituindo a lavagem por outra tecnologia que não utiliza água. Porém, é importante não se limitar apenas a essas alternativas mencionadas. Dentre algumas opções de solução para o desafio, destacam-se, mas não se limitam à: reuso de água industrial e de chuva, reuso da água de regeneração do sistema de água desmineralizada, reuso de água do processo de evaporação das torres de resfriamento, reuso de condensado de ar condicionado, redução no consumo das colunas de destilação, eliminação ou redução de uso de água da máquina de limpeza (limpeza de equipamentos críticos), engajamento de pessoas, inovação de baixo custo para identificar vazamentos e/ou monitoramento de água, aumento do retorno de condensado para as caldeiras, fontes alternativas à água, etc. Como KPI para validação do resultado, considera-se a princípio consumo de água em m³/ton, R$/ton e eficiência ETE.

 

Desafio Vicunha


Como mensurar e otimizar as diversas perdas que ocorrem no processo produtivo da Vicunha?
A Vicunha Têxtil é uma empresa com produção em escala volumétrica, MULTI GEOGRÁFICA, suscetível a ter MUITAS variáveis no processo fabril, amplo espectro de SKUs e MUITA variabilidade em equipamentos, processos e FLUXOS PRODUTIVOS, os quais, por serem muitas vezes despadronizados pela diversidade de maquinários existentes no parque fabril, acabam gerando perdas no processo produtivo. Por essas razões, a agilidade na identificação, quantificação, CONTROLE e GESTÃO dos recursos consumidos (matéria-prima, energia, água, materiais, etc.) - e as perdas geradas - ao longo do processo produtivo é vista por nós como uma oportunidade ainda não explorada de minimizar nossos custos, aumentar nossa eficiência e controlar nossos impactos ambientais e financeiros. Nesse sentido, a empresa vislumbra que possui inúmeras possibilidades de trabalhar a inovação no processo produtivo, de modo a mensurar, GERENCIAR e otimizar o uso de recursos e, dessa forma, reduzir as perdas existentes. Como exemplos de perdas a controlar podemos citar A PERDA DE material, insumos, água, energia, tempo (deslocamentos e setups), reprocesso, redirecionamento, retingimento, logística, etc., que podem ser vistas de forma holística associadas a fatores humanos (capacitação e conhecimento, medições empíricas, conhecimento tácito, etc.), fatores ligados a maquinários (inovação tecnológica, desafio de manter “como se fosse nova”, automação, digitalização, manutenção 4.0, gestão de MRO, controle de vida útil de peças e componentes, rastreabilidade de processos, etc.), fatores de gestão (forma de fazer, controles, filosofia de trabalho e sistemas, CEP, Planejamento da Produção, Planejamento de Desenvolvimentos e etc.) e fatores ligados aos insumos consumidos (desenvolvimento de produtos e insumos, reaproveitamento de insumos e resíduos). Estamos aptos a nos aproximar de negócios que possam nos ajudar tanto na mensuração dos recursos consumidos, como também na otimização dos mesmos, estejam eles relacionados a qualquer uma das perdas mencionadas acima.

MACRO ETAPAS DOS CICLOS

Entenda quais são e o que acontece em cada uma das macro etapas dos ciclos do Fashion Hub.

LANÇAMENTO DO EDITAL: Divulgação do edital e início das inscrições no programa.

SELEÇÃO: Seleção das startups que irão participar da imersão.

IMERSÃO: Refinamento do escopo de desenvolvimento dos projetos e definição das startups que irão participar da implementação.

IMPLEMENTAÇÃO: Implementação das provas de conceito (POCs) junto às mantenedoras.

DEMODAY: Apresentação dos resultados alcançados com as POCs.


FOCO DO CICLO 2

Inovação e Sustentabilidade




  • 24/05/21 a 27/06/21Lançamento do edital e Prospecção

    Iremos prospectar as melhores soluções para os desafios do setor, seja por meio de startups, empresas de base tecnológica, projetos de universidades, entre outros potenciais parceiros.
  • 28/06/21 a 12/07/21Seleção das Propostas

    Serão escolhidas até 3 propostas de solução para cada desafio mapeado.
  • 26/07/21 a 30/07/21Imersão

    As soluções selecionadas terão a oportunidade de refinar o escopo de desenvolvimento dos das provas de conceito (POCs) e apresentar em um Pitch Day.
  • 09/08/21 a 30/11/21Implementação

    Os projetos selecionados no Pitch Day irão implementar as POCs junto às mantenedoras.
  • 06/12/21Demoday

    Evento que marca o encerramento do ciclo 02 do Fashion Hub, com a apresentação dos resultados alcançados nas POCs.
Translate »